Teletema.
dezembro 1, 2016
Como conquistar uma mulher na internet.
dezembro 15, 2016

Sugar Daddy.

loura pink

O tema desta semana cai como uma luva aqui no nosso blog. Tem tudo a ver com o que escrevo e falo, afinal o nome do blog é ‘Como conquistar uma mulher’.

Precisamos  nos ambientar com estes novos termos para poder entender a evolução do comportamento. Saber o que é um Sugar Daddy, uma Sugar Baby e um arranjo. É só compreender como funcionam estas três partes em conjunto. Estes termos estão em inglês e como tudo que vem de fora, sofrem algumas alterações quando chegam aqui no Brasil. Pesquisei bastante sobre o tema, inclusive com entrevistas e conversei com um grupo de amigos na informalidade…Mas amigos vocês sabem, logo querem escrachar e um deles depois de ter ficado quieto o tempo todo se saiu com essa pérola ao final: ‘Isso tudo não passa da velha e conhecida prostituição.’ Muito fácil banalizar ou falar algo para desqualificar o assunto.

Os aplicativos de paquera virtual e encontros explodiram no mundo inteiro, hoje você encontra dezenas deles, baixa no seu smartphone  a maior parte grátis, alguns pagos e em minutos você cai numa rede com centenas de mulheres, homens, trans, dress code e todos gêneros possíveis à sua disposição, onde pode aceitar para conversar ou deletar, todos apps utilizam o GPS. Dentre eles você encontra o Bumble, o Singleparent, o Tinder, o Happn, o 3nder, o Ourtime e o Zoosk, apenas para citar alguns, poderia discorrer sobre cada um deles, pois todos tem características diferentes. No Brasil o que faz mais sucesso é o Tinder o que não quer dizer que é o melhor.

Voltando ao tema o Sugar Daddy é aquele executivo meia idade (Não é nem coroa e nem  Tio Sukita) onde dinheiro não é problema, é generoso, gosta de viver muito bem, antenado nas melhores coisas da vida, sem tempo a perder e sem tempo para perder tempo, que procura uma Sugar Baby ( Não é garota de programa, não é escort, não é puta e nem acompanhante) que é hiper bonita, corpo escultural, super bem vestida, shapeada e maquiada, bem jovens ou nem tanto, que querem ganhar presentes, joias, frequentar restaurantes caros e viajar, tudo patrocinado por eles. Através de um ‘arranjo’ (Não é contrato, não é casamento, não é noivado) onde tudo acontece rápido, direto e imediato, as expectativas são definidas e claras do que os dois querem para esse relacionamento.

Tudo isso adaptado para o Brasil, no Tinder você encontra milhares de garotas na faixa de 18 a 26 anos se oferecendo abertamente, são massoterapeutas, coaches, massagistas tântricas, sexólogas e muito mais, com fotos super sexys e disponibilizando o número do celular. Com a crise aguda que o país atravessa cada vez mais garotas ingressam nessa lista, ex estudantes, desempregadas e as que não querem nada na vida. Muito triste mas é a real, porque aqui elas dizem que querem um Super Daddy, mas de fato, se oferecem como afirmou o meu amigo no primeiro parágrafo.

Separei alguns textos de como algumas se oferecem:

‘Morena, 1.70 mt 56k, 24 anos. Estou a procura de um homem gentil, carinhoso e amoroso que queira ser agradado de uma forma deliciosa e que retribua com mimos e presentes’

‘Luciana 21 anos. Adoro viajar e relaxar e beber vinho de preferência com a companhia certa. Procuro relacionamento sério com homem distinto para mimar mutuamente tipo relação Sugar Daddy/Sugar Baby’

‘Cris 22 anos. Garota de negócios. Quer ser meu Super Daddy? Sem mimimi, podemos sair para transar e ter momentos de muito prazer e tesão. Mais fotos depois que der match’

‘Joana 24 anos. Procurando conhecer alguém bem bacana por aqui, deixo meu Whats (numero do celular) e que essa pessoa possa me ajudar, ajudar mesmo porque não se usa mais ‘bancar’.

Como se vê as coisas mudaram de âmbito…mas continuam iguais.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//]]>